SEBASTIAN VETTEL VENCE NO BRASIL COM SHOW DE HAMILTON E DESPEDIDA DE MASSA

O Grande Prêmio do Brasil foi marcado por boas disputas mesmo sem a presença da chuva numa tarde ensolarada no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos que apresentou o show do atual campeão Lewis Hamilton largando de último e cruzar em quarto realizado várias ultrapassagens sobre os adversários. Outro piloto em destaque foi Daniel Ricciardo que teve problemas com um furo de pneu e fez uma bela corrida de recuperação assim como o inglês da Mercedes e cruzar em sexto. Sebastian Vettel venceu ao tomar a ponta do pole Valtteri Bottas e administrar ao longo das 71 voltas e com o triunfo está muito próximo de obter o vice campeonato de pilotos. Felipe Massa largou em nono e fez boa largada e num duelo a parte contra Fernando Alonso conseguiu cruzar metros do espanhol e do mexicano da Force India, Sérgio Perez e conseguir terminar em sétimo lugar ao emocionar o público presente no final da corrida, sobretudo o próprio piloto ao receber a mensagem de seu filho via rádio e ser sua última prova em casa como piloto da Williams. 

 

Saiba os detalhes da prova realizada em Interlagos

 

Assim que as luzes vermelhas se apagaram, Sebastian Vettel ultrapassou o pole position Valtteri Bottas por dentro na curva um e teve ritmo para se defender de um ataque de seu rival da Mercedes. Mais atrás vinha o pelotão intermediário e Kevin Magnussen da Haas jogou Stoffel Vandoorne da Mclaren contra Daniel Ricciardo pilotando seu Red Bull#3 na saída da curva dois. Ricciardo rodou e caiu para último no grid, mas continuou, enquanto Vandoorne e Magnussen abandonaram após a pancada. O incidente provocou a entrada do safety car e não foi o único na primeira volta, já que Esteban Ocon sofreu o primeiro abandono de sua carreira na F-1 após ter sido tocado por Romain Grosjean, que perdeu o controle na curva cinco. O francês da Haas continuou, mas recebeu uma punição de 10 segundos por causar a colisão e terminou somente em 15º lugar. Na relargada, Vettel manteve a ponta com Bottas, Raikkonen e Max Verstappen entre a fileira do primeiro bloco, com Felipe Massa ao ter feito boa largada saltando de nono para quinto quando ultrapassou Fernando Alonso por fora antes da curva um antes do S do Senna. Com pneus macios, Hamilton escalava o pelotão rapidamente dando show digno de um recente tetracampeão mundial e entrou nos pontos já na nona volta depois de ultrapassar o francês Pierre Gasly, da equipe Toro Rosso.

 

Bottas foi o primeiro a fazer seu pit-stop para colocar pneus os macios, já Vettel parou na volta seguinte, onde retornou pouco à frente do piloto da Mercedes e conseguiu segurá-lo na freada da curva quatro. Quando os pilotos que largaram com os compostos super macios pararam, Hamilton herdou a liderança e seguiu na pista até o giro 43, quando fez sua parada e retornou em quinto lugar, 19 segundos atrás de Vettel. O tetracampeão mundial era o piloto mais veloz da pista neste momento, alcançando e ultrapassando Max Verstappen com Red Bull por fora antes da curva quatro quando restando 12 voltas par ao fim. Ele então se aproximou rapidamente de Kimi Raikkonen, mas perdeu tempo devido a uma travada na curva um. Outros duelos emocionavam a prova, como o desempenho dos dois carros da Renault de Nico Hulkenberg e Carlos Sainz, além do duelo a parte e cheio de disputas entre Grosjean e o companheiro de Massa, o jovem canadense Lance Stroll que de tanto insistir passou pelo francês da Haas, mas o próprio Stroll teve um pneus furado e teve de ir aos boxes terminando em último dos carros que não abandonaram ao longo das 71 voltas em 16º.

Massa fez sua despedida no G.P do Brasil pela Williams

Na ponta da corrida, Hamilton bem que tentou, contudo, ele conseguiu mais atacar a Ferrari de Kimi e chegou em quarto. Verstappen, que enfrentou dificuldades com seus pneus nos estágios finais teve de fazer uma parada extra, foi o quinto colocado e cravou a melhor volta da prova batendo o recorde da pista que era do colombiano Juan Pablo Montoya em 2004 de Williams. O holandês do time energético fez 1:11.044s e seguido por seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo. Felipe Massa com muita garra segurou os ataques de Fernando Alonso para obter a sétima posição em seu último Grande Prêmio do Brasil. Sérgio Perez, cruzando a linha de chegada colado no carro Mclaren de Alonso, e Nico Hulkenberg completou os 10 primeiros. Depois da corrida, o filho de Felipe Massa via rádio da equipe Williams parabenizou o pai e marcou um momento de grande emoção no autódromo de Interlagos, sobretudo a festa do pódio com Vettel, Bottas e Raikkonen entre os três primeiros. A última prova do campeonato será no dia 26 de novembro daqui duas semanas em Abu Dhabi.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *