ATLÉTICO MINEIRO EMPATA COM O BAHIA FORA E LUTA POR VAGA NA LIBERTADORES

O Atlético Mineiro atuando como time visitante foi até Salvador enfrentar o Bahia, na Arena Fonte Nova e saiu na frente do placar e ao longo do segundo tempo em duelo direto por uma vaga na próxima edição da Libertadores que pode ser tornar um G-9, o empate teve sensação ruim para os dois clubes. O time de Belo Horizonte com o empate soma até o momento 46 pontos em 10º lugar, já o Bahia figura uma posição a frente em nono com os mesmos potnos na tabela de classificação do brasileiro.

 

Saiba como este duelo na Arena Fonte Nova

 

O primeiro tempo começou com o Atlético Mineiro imprimindo pressão e arrasador no jogo onde não demorou e o time abriu o placar aos quatro minutos. No lance, Valdívia recebeu de Rafael Moura, passou pelo seu marcador e deu ótimo passe para Robinho tocar com categoria na saída do goleiro Jean fazendo 1 x 0. O Atlético voltou ao ataque no minuto seguinte e o cruzamento de Fábio Santos pela esquerda foi cortado pela defesa baiana. Com oito minutos, Valdívia sofreu falta perto da área pela esquerda, Otero cobrou direto para o gol e exigiu grande defesa do goleiro Jean. O Bahia equilibrou as ações e o time mineiro tentava explorar nos contra-ataques com Valdívia e Robinho. A equipe de Salvador teve sua principal chance aos 34 minutos, com Mendoza, que ficou cara a cara com Victor e finalizou para fora desperdiçando uma oportunidade clara de fazer o gol. O Atlético voltou a levar perigo aos acréscimos 46 minutos, no cabeceio de Rafael Moura, defendido em boa ação do goleiro Jean. O primeiro tempo terminou com a vantagem atleticana atuando fora de casa.

 

O segundo tempo começou e o Atlético voltou do intervalo com a mesma formação em campo assim como na etapa anterior. Com sete minutos de jogo, o árbitro marcou pênalti de Bremer em Zé Rafael. Edigar Junio cobrou e empatou o placar em 1 x 1. Pouco depois do gol de empate, o Bahia ameaçou no chute de Mendoza, defendido por Victor e pressionava visando a virada no marcador. Em outro lance, Juninho ainda pegou o rebote e Roger Bernardo conseguiu a interceptação. Com onze minutos, Otero foi substituído por Luan. Cinco minutos depois, Gustavo Blanco entrou no lugar de Valdívia. Já aos 18 minutos, Edigar Junio fez o segundo gol do Bahia e festa é o que não falta em Salvador em plena Arena Fonte Nova. O Atlético não se abateu e logo retomou o controle da partida e com garra chegou ao empate dez minutos depois. Robinho recebeu grande passe de Luan pelo alto, na entrada da área, dominou a bola no peito e, sem deixá-la cair, chutou no ângulo para empatar o jogo em 2 x 2. Rafael Moura quase fez o terceiro gol, isso aos 36, mas Jean fez bela defesa. No ataque seguinte, Fábio Santos sofreu falta pela esquerda, ele mesmo fez o levantamento para a grande área e a zaga baiana afastou o perigo. O Atlético tentou buscar a vitória até o último minuto de jogo, mas o empate prevaleceu na Fonte Nova com um ponto para cada lado num duelo equilibrado e movimentado pela 34º rodada do brasileiro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *