CRUZEIRO EMPATA CONTRA O VITÓRIA EM SALVADOR PELO CAMPEONATO BRASILEIRO

Em um jogo em que acertou a trave três vezes, o Cruzeiro empatou com o Vitória em 1 a 1 neste domingo, no estádio Barradão, em Salvador, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Alisson, de peixinho, após cruzamento de Bryan, marcou o gol de empate onde saiu atrás no marcador e, mesmo bastante desfalcado, teve desempenho suficiente para ter virado o placar.

 

Saiba os detalhes do jogo

 

O Cruzeiro começou bem o jogo com mais posse de bola e tomando a iniciativa das ações. Já o Vitória, atuando dentro de casa, diante de seus torcedores necessitando dos três pontos para tentar escapar do rebaixamento, não conseguia se impor. Com a forte marcação das duas equipes no setor de meio-campo, as chances de gols no início do jogo eram escassas e os adversários só conseguiam chegar próximo ao gol em cruzamentos. Pelo Vitória, Patric alçou a bola na área, com perigo, e Fábio fez importante defesa, evitando a finalização do atacante Deivid. Pelo lado do Cruzeiro, Galhardo levantou a bola na área, mas Arrascaeta e Jonata chegaram um pouco atrasados e não conseguiram concluir a jogada. Com 18 minutos, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou pênalti de Bryan, após a bola acertar a mão do lateral-direito do Cruzeiro dentro da área. Deivid cobrou sem chance para Fábio e abriu o marcador. Atrás no placar, o time mineiro saiu mais para o jogo e passou a envolver completamente o Vitória. No lance de Bryan ao cobrar uma falta para a grande área, Jonata desviou de cabeça e a bola sobrou para Léo, que chutou de primeira, na trave. Em outra chance, Henrique recebeu passe preciso de Lucas Romero e acertou uma bomba. A bola explodiu no travessão e quicou em cima da linha ou dentro do gol. No rebote, Jonata se chocou com Patric e levou a pior. Saiu de campo com um corte na pálpebra direita e foi substituído por Elber. O Cruzeiro seguiu pressionando o Vitória, mas a bola insistia em não entrar, como nos chutes de Rafinha e Elber, ambos à esquerda do gol. Elber recebeu lançamento dentro da área e, mesmo deslocado pelo zagueiro Kanu, conseguiu cabecear, para a fora. O primeiro tempo terminou com a vantagem do time de Salvador no placar vencendo por 1 a 0.

 

Na segunda etapa da partida, pressionando o adversário em busca da virada o Cruzeiro atacava. Com 10 minutos, o meia Rafinha chutou cruzado para a área e a bola foi a esquerda do gol. O time de Belo Horizonte atacava e num destes lances acertou a trave pela terceira vez no jogo, aos 17 minutos, desta feita em uma finalização de Bryan. Na base dos contra-ataques, o Vitória quase ampliou, novamente com Deivid, que tentou encobrir Fábio e chutou a bola por acima do gol. Mas aí aconteceu o empate do Cruzeiro aos 31 minutos, numa bela jogada marcado por Alisson, de peixinho, depois de belo cruzamento de Bryan. Dois minutos depois, o Cruzeiro quase virou o placar, em um lance protagonizado por Elber, que driblou Uillian Correa e foi derrubado pelo volante do Vitória dentro da área. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira, com a ajuda do árbitro-auxiliar, marcou apenas falta fora da área e ignorou em mais um lance duvidoso marcado em desfavor do Cruzeiro. O time mineiro seguia buscando a virada até o final, mas não conseguiu balançar as redes, assim como o Vitória e o placar se manteve o mesmo com u gol e ponto para cada lado. O Cruzeiro permanece com a quinta colocação na competição somando 56 pontos, já o Vitória que luta para sair da tenebrosa zona do rebaixamento está em 16º posição, a primeira equipe fora do Z-4 com 40 pontos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *