CRUZEIRO VENCE O ATLÉTICO E CONQUISTA O CAMPEONATO MINEIRO 2018

Confira como foi a partida decisiva que deu o título de campeão mineiro ao Cruzeiro

A decisão do Campeonato Mineiro começou com o Cruzeiro melhor em campo diante do Atlético e não conseguiu jogar ou imprimir um lance de ataque do adversário, não teve uma chance de gol sequer e abusou das jogadas violentas, para tentar diminuir o melhor momento que era de fato do Cruzeiro em campo. Logo no inpicio surgiu o primeiro gol saiu aos três minutos, com o uruguaio Arrascaeta desviando de cabeça um cruzamento milimétrico de Edilson. Segundos antes, o próprio jogador quase marcou, não fosse importante a grande defesa de Victor. No rebote, Edilson driblou Otero e deu a assistência precisa para o gol do jogador da seleção uruguaia e fazer 1 a 0. Com 21 minutos, um lance polêmico quando Otero agrediu Edilson com uma cotovelada e ele acabou expulso, enquanto o jogador do Cruzeiro recebeu o cartão amarelo pela confusão.

 

OUÇA O PRIMEIRO GOL DO CRUZEIRO – RÁDIO UNIVERSITÁRIA – NARRAÇÃO: EDSON DE SOUZA.

 

O Cruzeiro passou a ter mais espaços e aumentou ainda mais o domínio das ações com um jogador a mais em campo diante do Atlético fragilizado. O time celeste poderia ter ampliado com Thiago Neves ainda no primeiro tempo, em uma cobrança de falta que Victor fez outra grande defesa. Mas, no começo do segundo tempo logo aos sete minutos da etapa final, Thiago Neves aproveitou um bom cruzamento de Rafael Sobis pela direita e finalizou de pé direito, exatamente entre as marcações dos zagueiros Leonardo Silva e Gabriel e ampliando o marcador para 2 a 0.

 

OUÇA O SEGUNDO GOL DO CRUZEIRO – RÁDIO UNIVERSITÁRIA – NARRAÇÃO: EDSON DE SOUZA.

 

O Atlético foi para o tudo ou nada, com as entradas dos jogadores Gustavo Blanco, Erik e Róger Guedes. Mas o clube alvinegro não teve forças para furar a forte defesa do time celeste. Já nos acréscimos, o lateral Patric foi expulso, deixando a equipe com nove em campo. O Cruzeiro apenas administrou a boa vantagem perante o maior rival e só esperou nos acréscimos aos 49 minutos para então voltar a comemorar mais um título estadual após três anos. Depois da partida, os jogadores do Atlético apelaram, iniciaram uma provocação e tentaram agredir os atletas do Cruzeiro, mas que foi contida e assim o time celeste pôde então comemorar esta conquista e a primeira sob a presidência de Wagner Pires de Sá.

 

Cruzeiro campeão mineiro 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *