ATLÉTICO MINEIRO EMPATA NO HORTO COM A CHAPECOENSE PELA COPA DO BRASIL

Saiba como foi a partida sem gols na Arena Independência

O Atlético começou pressionando e esbarrando na retranca dá Chapecoense. A primeira oportunidade surgiu em cruzamento pela esquerda do ataque atleticano e a defesa catarinense afastou o perigo. Em seguida, Otero cobrou escanteio fechado para novo corte da zaga, jogada que se repetiu inúmeras vezes durante a partida. Depois de boa jogada entre Ricardo Oliveira e Fábio Santos, Gustavo Blanco finalizou e a bola desviou no zagueiro. Em novo ataque do time de Belo Horizonte, Patric ganhou a jogada pela direita e foi travado na hora da conclusão. Róger Guedes tentou entrar driblando na área e a bola sobrou para Gustavo Blanco exigir boa defesa do goleiro Jandrei. Outra boa trama ofensiva do Atlético pela direita, aos 26 minutos, envolvendo Adilson, Patric e Gustavo Blanco, terminou quando Blanco foi desarmado na entrada da área. O time mineiro insistiu em cruzamentos de Otero e Blanco pela direita, cortados pela defesa da Chape. Na parte final da primeira etapa, Otero cobrou falta da intermediária, a bola desviou na defesa e sobrou para Leonardo Silva concluir para fora e o placar ficou zerado ao fim do primeiro tempo.

 

O segundo tempo deu início e o Atlético seguiu pressionando a Chapecoense. Com dois minutos, Blanco recebeu ótimo passe de Luan e chutou para fora. Em seguida, Ricardo Oliveira cruzou pela esquerda e a defesa fez o corte pelo alto. O Atlético seguiu tentando em jogadas aéreas, mas o cruzamento de Patric atravessou a área e o de Luan foi interceptado pelo goleiro. Depois de mais um cruzamento cortado, desta vez de Fábio Santos pela esquerda, Otero cobrou falta para a defesa de Jandrei. O Atlético teve outra chance com Patric, mas o arremate do lateral explodiu no zagueiro. Patric tentou novamente aos 27 minutos, depois de boa jogada de Róger Guedes, mas concluiu para fora. A Chapecoense buscou o ataque e Victor fez boa defesa aos 35 minutos, em chute de Wellington Paulista. Dois minutos mais tarde, Róger Guedes tabelou com Cazares e finalizou para fora. Galdezani cruzou pela direita, e a defesa do time catarinense conseguiu novo desarme. O Atlético seguiu buscando o gol em cruzamentos de Otero e Patric, mas sem êxito.

 

No fim do jogo, Fábio Santos sofreu falta pela esquerda, Otero cobrou direto e Jandrei fez a defesa. Na última chance, Patric recebeu bom passe de Róger Guedes e foi travado na hora da finalização e o placar permaneceu sem gols e a segunda partida será em Chapecó e saber quem seguirá para as quartas de final da competição nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *