Cruzeiro desiste de Marcelo Moreno, garante Gilvan: “Esperamos muito”

O Cruzeiro cansou de esperar por Marcelo Moreno. O sonho em contar com atacante boliviano no elenco celeste para 2017 se encerrou. O presidente Gilvan de Pinho Tavares fez a confirmação na coletiva de imprensa, antes da apresentação do lateral Diogo Barbosa e do volante Hudson. 

– Esperamos muito pelo Moreno. Acho que agora o grupo está completo. Precisávamos enxugar o número de atletas do ano passado, ainda temos atletas remanescentes do ano passado que naturalmente deixarão o grupo. O Mano quer um grupo com 30 atletas, é o numero ideal segundo o Mano. Não vamos trazer mais atletas para ficar contratando e emprestando. 

O contato para contar com Marcelo Moreno para 2017 começou antes de dezembro da última temporada. O Cruzeiro fez a proposta para o atacante quando ele ainda tinha vínculo com o Changchung Yatai, da China, mas, segundo o presidente da Raposa, a demora do atacante para responder o clube mineiro fez com que a diretoria desistisse do negócio.

– Não estamos mais aguardando (pelo Marcelo Moreno). O contato foi desde antes de dezembro, ficamos mantendo a expectativa de fechar com ele, ele tinha laços com o time da China, fizemos a proposta, ele disse que tinha condições de ser liberado. Não podíamos esperar mais, precisávamos fechar o ciclo de contratação.

Dos reforços contratados, o Cruzeiro ainda vai apresentar o zagueiro equatoriano Luis Caicedo – o que deve acontecer neste sábado – e o meia Thiago Neves, que deve ser apresentado na segunda-feira. O presidente Gilvan de Pinho Tavares comemorou a negociação que culminou com a permanência de Robinho no Cruzeiro. O negócio levou Fabiano e Willian Bigode para o clube paulista. 

– Poder negociar um atleta do nível que tem o Robinho, sem necessidade de abrir o caixa, e fazer dívida, foi uma boa negociação. Para o Palmeiras também, que levou um jogador (Fabiano) que eles achavam que seria útil. Temos o retorno do Mayke, e o Ezequiel se saiu muito bem, fez até gol, estamos bem servidos. Com o Fabiano voltando, ficaríamos com um número grande de jogares para a lateral direita. Foi uma transação de venda do Fabiano, uma situação definitiva, não tem mais o risco de perder o Robinho, depois vamos fazer o acerto contratual, mas está prorrogada a permanência dele no Cruzeiro.

Com a negociação com o Palmeiras, o lateral-esquerdo Fabrício também voltou à Toca da Raposa. No entanto, com a presença do jogador, a posição conta com quatro atletas (Edimar, Bryan, Diogo Barbosa e Fabrício). Por isso, o presidente do Cruzeiro assume que vai conversar com comissão técnica sobre a possibilidade de reemprestar o jogador a outro clube.  

– O Fabrício foi uma questão que surgiu agora, nessa negociação que concluímos a situação de Robinho e do Fabiano. Vamos fazer a avaliação definitiva sobre a lateral esquerda, que é posição que temos muitos atletas. Naturalmente, não ficaremos com tantos jogadores na lateral esquerda. 

Deixe uma resposta

Topo