Derrota do Atlético mostrou jogadores com nível para o time principal, diz Giacomini

Com vários jogadores do sub-20, Galo perdeu para o Bayer Leverkusen

 

O Atlético iniciou nessa quarta-feira a sua participação na Florida Cup. Diante do forte Bayer Leverkusen, a equipe alvinegra, formada em sua maioria por jogadores do time sub-20, conseguiu segurar por um bom tempo o adversário, mas não evitou a derrota por 1 a 0. Apesar do resultado, o auxiliar técnico Diogo Giacomini, que comanda o Galo no torneio, gostou das coisas que viu.

“A gente se desgastava muito para marcar e, quando roubava a bola, não tinha perna para progredir em bloco, tentava um passe mais longo, não tinha tanta aproximação. Com as trocas, o time melhorou, mas não foi suficiente para empatar. Tudo que aconteceu era previsto pela diferença de ritmo”, disse Giacomini.

O Atlético foi pressionado durante grande parte do jogo. A superioridade dos alemães não foi transformada em números no placar. Para Giacomini, isso não aconteceu por causa da atuação dos defensores atleticanos, principalmente a dupla de zaga, formada por Jesiel e Rodrigão, que estreou no time principal.

“Dentro do que foi possível fazer de preparação, a equipe competiu, jogou com o coração, com vontade, superando a questão física. Vi jogador dentro do campo com nível para nos ajudar no elenco principal. A dupla de zaga jogou em alto nível”.

Mais um jogador conseguiu se destacar em campo. O jovem Capixaba, que entrou no segundo tempo, mostrou muita mobilidade e foi o jogador mais agudo do Galo contra os alemães. A atuação rendeu elogios de Giacomini.

“O Capixaba entrou muito bem no segundo tempo, mudou o ritmo do jogo e quase empatamos a partida. Atingimos esse objetivo e, agora, vamos enfrentar o Tampa com o objetivo de vencer para fechar bem o torneio”, concluiu.

 

Deixe uma resposta

Topo