CRUZEIRO VENCE CHAPECOENSE NA PRIMEIRA LIGA E ESTÁ NAS QUARTAS DE FINAL

O Cruzeiro conseguiu uma importante vitória diante da Chapecoense no Mineirão nesta quinta-feira (9), ao vencer por dois gols do atacante argentino Ábila, onde o segundo foi de cobertura. Com o resultado, o time mineiro garantiu por antecipação a vaga nas quartas de final da competição, além do retorno de Lucas Silva com a camisa celeste.

 

Saiba mais informações da partida

 

Antes do início da partida, o time da Chapecoense recebeu homenagens do Cruzeiro. Uma grande faixa com a frase “equipe imortal. Campeões para sempre. #TodosSomosChape” foi estendida pelo gramado. Os torcedores cruzeirenses cantaram “vamos, vamos Chape”. E o telão do estádio exibiu imagens do clube catarinense, que segue sua caminhada de reconstrução dois meses após o trágico acidente na Colômbia. Dentro de campo, o Cruzeiro em sua maioria contando com jogadores reservas recebeu os garotos do sub-23 da Chape. Isso porque o time titular da equipe principal de Santa Catarina entrou em campo nessa quarta-feira (8), pelo estadual, ao perdeu por 3 a 0 no clássico contra o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis. Nem o técnico Vagner Mancini esteve em Belo Horizonte.

 

No duelo da Primeira Liga, a Chapecoense foi comandada por Emerson Cris. Com um princípio de jogo sem grandes ações e emoções, o Cruzeiro criou sua primeira chance somente aos 19 minutos, quando Ábila recebeu um passe rasteiro de Bryan e desviou para fora. Em outro lance de ataque, Rafinha carregou a bola em direção à meia-lua e chutou no canto direito. Tiepo defendeu a jogada. Já aos 37 minutos, Rafinha voltou a aparecer após sofrer um pênalti de Wesley Natã. Na cobrança, Ábila soltou a bomba e abriu o marcador em 1 a 0. Após o gol, a partida até teve poucas jogadas de ataque para ambos os lados, mas garantir alteração no placar.

 

No segundo tempo, o Cruzeiro continuou melhor na partida. Logo aos três minutos, Elber tocou na saída de Tiepo, mas viu o zagueiro Hiago correr rumo à linha do gol e tirar a bola de carrinho. Dois minutos depois, Mayke invadiu a grande área, bateu cruzado e exigiu boa defesa do goleiro da Chapecoense. Em outro lance aos sete minutos não teve perdão. Após receber assistência de Elber, Ramón Ábila tocou por cobertura de fora da área e fez um golaço no Gigante da Pampulha e o segundo seu na partida registrando 2 a 0 no placar. Com o jogo sob controle, o Cruzeiro aproveitou para promover reestreias.

 

O interino Sidnei substituiu Bryan e Hudson por Fabrício e também Lucas Silva recém-contratado por empréstimo ao Real Madrid, foi bastante ovacionado pelos torcedores, que o aplaudiu e cantou seu nome: “É, Lucas Silva! É, Lucas Silva!”. O reforço quase garantiu um belo gol de fora da área, aos 39 minutos, mas o jovem Tiepo se esticou para espalmar pela linha de fundo. Nos acréscimos, Rafinha buscou o ângulo em chute colocado, mas a bola não entrou. Mesmo assim, o Cruzeiro confirmou a vitória e a classificação para as quartas de final do Grupo C. O próximo compromisso do time mineiro será contra o Joinville fora de casa, já a Chapecoense encara outro mineiro como mandante na Arena Condá. Trata-se do Atlético que venceu o próprio Joinville por dois gols no Independência na noite desta quinta-feira que contou com seus maiores clubes de Minas Gerais atuando na capital Belo Horizonte.

 

Fonte – Superesportes

Deixe uma resposta

Topo