CRUZEIRO DERROTA O TUPI EM JUIZ DE FORA E MANTÊM INVENCIBILIDADE

VENCENDO E CONVENCENDO!

 

EM MAIS UMA GRANDE APRESENTAÇÃO CRUZEIRO GOLEIA O TUPI
Não bastar vencer, é preciso convercer! O Cruzeiro emplacou mais uma vitória na temporada. E o melhor! Jogando bem! Com um futebol ofensivo, envolvente, o Cruzeiro goleou o Tupi por 4 a 0, neste sábado, no Estádio Radialista Mário Helênio, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro. Três gols foram marcados no primeiro tempo por Rafael Sobis – em cobrança de falta –, Leo e Robinho. Na etapa final, Sobis balançou a rede mais uma vez. O resultado em Juiz de Fora fez o clube celeste assumir, de forma provisória, a primeira posição do Estadual, com nove pontos e seis gols de saldo, mas o Atlético recuperou a ponta ao bater o Uberlândia, neste domingo, às 17h, no Independência.

 

BRIGA DE GOLEADORES – Rafael Sobis teve grande atuação neste sábado. O cartão de visitas foi dado aos 19min do primeiro tempo, com uma bela cobrança de falta de longa distância. O chute forte e colocado ganhou as redes do Tupi e abriu caminho para a goleada do Cruzeiro por 4 a 0, no Estádio Radialista Mário Helênio, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro. Sobis também foi o responsável por “esticar o placar” e fechar a conta, numa finalização rasteira nos acréscimos da etapa final. Com mais dois gols, Rafael Sobis chegou a cinco na temporada 2017 e igualou o argentino Ramón Ábila na artilharia do elenco. Os números levam em conta o amistoso de pré-temporada contra o Brasília, em que o time celeste ganhou por 8 a 2, no SESC Venda Nova. Nessa partida, os dois atacantes balançaram a rede: Sobis fez três e Ábila um.

 

DESAFIOS – Com 100% de aproveitamento na temporada (seis vitórias), os comandados do técnico Mano Menezes vão se dirigir para o Rio de Janeiro, onde enfrentarão na próxima quarta-feira, às 21h45, o Volta Redonda, pela primeira fase da Copa do Brasil. Como o confronto ocorre em duelo único, os mineiros se classificarão com o empate. No sábado, às 16h30, o time celeste visitará a URT, no Zama Maciel, em Patos de Minas, pela quarta rodada do Estadual.

 

COPA DO BRASIL – O Cruzeiro foi campeão em quatro edições – 1993, 1996, 2000 e 2003 – e terminou como vice duas vezes – 1998 e 2014. Histórias memoráveis não faltam nessa vitoriosa trajetória. O triunfo sobre a “seleção” do Palmeiras, em 1996; o gol de falta de Geovanni contra o São Paulo, em 2000; e a “letra” maiúscula de Alex num Maracanã lotado, em 2003, são casos que jamais sairão da memória dos torcedores.

Deixe uma resposta

Topo