PRAIA CLUBE VENCE O OLYMPIC NO SUL-AMERICANO DE VÔLEI FEMININO

O Praia Clube estreou com vitória no Campeonato Sul Americano Feminino de Clubes, nesta quarta-feira (15), contra o Olympic (Bolívia) ao dominar o jogo do início a fim e precisou de 55 minutos para vencer o atual campeão boliviano por 3 sets a 0 (25/2, 25/6 e 25/6), na Arena Praia, em Uberlândia (MG). A vitória do Praia Clube classificou a equipe brasileira para as semifinais da competição continental.

 

Saiba mais sobre a partida

 

O Praia Clube sem dificuldades desde o início do confronto já demonstrava superioridade contra as adversárias. Logo foi comprovado quando Claudinha usava todas as opções em quadra para construir o placar. Com 25 pontos disputados, o Olympic fez apenas dois e em ataques para fora do Praia Clube. Sem poder ofensivo, o campeão boliviano não conseguiu defender e nem poder reagir durante todo o set e viu a equipe brasileira fechar o primeiro set por 25 a 2 – isso mesmo depois com o placar amplo após uma bola na saída de rede de Ramirez.

 

Já no segundo set, o técnico Ricardo Picinin trocou toda a equipe titular. Entraram em quadra as jogadoras Ednéia, Natasha, Carla, Ellen, Malu, Jú Carrijo e Luana. O time de Uberlândia manteve o ritmo forte, mas o Olympic ofereceu mais perigo na comparação ao set anterior. Em bola no meio, Natasha fez 9 a 3 para o time brasileiro. Fernanda Maida era bastante acionada pelo time boliviano, que tentou, mas foi pouco. O Praia Clube manteve o domínio do segundo set e fechou o marcador com o ataque de Ellen resultando em outro placar elástico em 25 a 6.

 

No terceiro e último set da partida, o Praia Clube voltou com o mesma formação do primeiro set e logo abriu vantagem no começo da parcial. Com Ellen no saque e os bons ataques de Carla, Malu e Ednéia, o time de Alejandro Gimenez não conseguiu quebrar o ritmo e a diferença chegou em surpreendentes 12 a 1. Com a enorme vantagem, o time brasileiro manteve o domínio e, Carla da linha dos três pontos fechou o set final em 25 a 6 fazendo 3 sets a 0. Já para a equipe do Olympic só restou o lamento de nem poder ameaçar as adversárias e ainda resultou na eliminação do torneio continental, mesmo garantindo atualmente o título boliviano de Voleibol.

 

Fonte – Globoesporte.com

 

Deixe uma resposta

Topo