CRUZEIRO VENCE CLÁSSICO COM O AMÉRICA E GARANTE LIDERANÇA PROVISÓRIA

O Cruzeiro garantiu um importante resultado ao vencer o clássico contra o América, neste domingo, no estádio do Independência com o gol de Rafael Sobis e assumiu a liderança do estadual, antes do complemento desta rodada.

 

Saiba mais como foi o jogo

 

O cenário para América x Cruzeiro no clássico na tarde quente em Belo Horizonte estavam objetivos bem distintos. O América tinha como meta permanecer na lista do G4 e o desejo do Cruzeiro era assumir a liderança do Campeonato Mineiro, ainda que de maneira provisória. O técnico Enderson Moreira mostrou cautela e optou com uma linha de três zagueiros e dois volantes. Já Mano Menezes priorizou o controle da posse de bola. O primeiro começou e o Cruzeiro foi incisivo nos primeiros minutos, quando chegou a ter a maior de posse. Por duas vezes, Diogo Barbosa avançou em direção à linha de fundo e cruzou rasteiro, mas Robinho e Rafael Sobis (foto) não alcançaram a bola. Em um lançamento na grande área, Manoel cabeceou para baixo, a bola quicou na frente do goleiro João Ricardo e passou por cima demonstrando pressão do time celeste.  Em outra jogada, Arrascaeta criou um contra-ataque e foi impedido de prosseguir na jogada por Messias, que chegou de carrinho e cortou para a linha lateral. Mas, o uruguaio monstrou esperteza ao pegar a bola e cobrar rapidamente  no setor da grande área. Com isso, Rafael Sobis se posicionou perto de João Ricardo e recebeu a assistência. E na sequência do lance acabou empurrado por Renato Justi e o árbitro Cleisson Veloso Pereira assinalou o pênalti. Na cobrança, o próprio Sobis bateu no canto esquerdo, e João Ricardo escolheu o direito e a bola balançou as redes e confirmou Cruzeiro 1 a 0.

 

O América após sofrer o gol resolveu ir ao ataque correr atrás do prejuízo, mas o time estava com um jogador a menos em função dos três zagueiros, o time americano não produzia boas jogadas de ataque. Os lances de perigo aconteciam somente nas bolas paradas, em uma delas aos 27 minutos, em cobrança de falta de Gérson Magrão. Rafael mergulhou de ponta e espalmou com as mãos. Em outro momento aos 39 minutos, Thiago Neves poderia ter feito o segundo gol do Cruzeiro, mas tentou ajeitar o corpo para finalizar e chutou em cima de João Ricardo, que facilitou o corte do zagueiro Rafael Lima. Foi o último lance importante do primeiro tempo.

 

No segundo tempo, tanto América como Cruzeiro voltaram com as mesmas formações. O Coelho em desvantagem, pressionou para tentar o empate. Mas o goleiro Rafael em dia inspirado, fez uma bela defesa aos 18 minutos, onde esticou o braço esquerdo e defendeu a bola bem cabeceada por Renan Oliveira. Dois minutos depois, o camisa 12 cruzeirense espalmou para cima a pancada de fora da área do atacante Hugo Almeida. No decorrer do jogo, Enderson Moreira apostou nas entradas de Marion, Alex Silva e Rubens, enquanto isso o técnico Mano Menezes promoveu alterações no elenco do Cruzeiro. Com as entradas de Alisson, Rafinha e Ramón Ábila e mesmo não fazendo mais gols conseguiu segurar o placar por um gol e alcançou o primeiro lugar provisório no estadual com 19 pontos.

 

O próximo compromisso do Cruzeiro pelo Mineiro será no dia 19 contra o Tombense, no Mineirão. Antes o time celeste tem um importante compromisso pela Copa do Brasil onde enfrenta o Murici (AL), em segundo duelo em Belo Horizonte. O América com essa derrota figura em quarto lugar com 11 pontos e agora enfrenta o xará América de Teófilo Otoni como visitante pela oitava rodada, no mesmo data que o Cruzeiro no estadual.

 

Fonte – Superesportes

Deixe uma resposta

Topo