CRUZEIRO E O DESAFIO DE CONQUISTAR MAIS UM CAMPEONATO MINEIRO

Reportagem Frederico Mesquita

 

CRUZEIRO VENCE O CLÁSSICO E CONQUISTA VAGA NA PRIMEIRA FINAL DA TEMPORADA

 

O Cruzeiro venceu mais um clássico neste ano. Desta vez, a vítima foi o América, que perdeu por 2 a 0, com dois gols do uruguaio Arrascaeta, para o time Celeste. Com o resultado, além da classificação para a decisão, o time estrelado manteve o tabu de 15 anos sem perder para o rival no Mineirão e manteve o bom retrospecto da temporada. Agora, o clube de Belo Horizonte terá a semana cheia para treinar e só volta a jogar no próximo domingo, na final da competição estadual, contra o Atlético. O mando de campo da primeira partida será do Cruzeiro, com isso a primeira decisão será no Mineirão, às 16 horas. O Cruzeiro foi escalado com: Rafael; Mayke, Léo, Kunty Caicedo e Diogo Barbosa; Hudson, Henrique, Rafinha (Alisson); Thiago Neves (Ábila), De Arrascaeta e Rafael Sóbis (Lucas Silva). Técnico: Mano Menezes.

 

ARRASCAETA FAZ HISTÓRIA – Arrascaeta não só marcou os gols do duelo, mas, também, alcançou importantes marcas pessoais com a camisa celeste. Com os dois tentos anotados, o camisa 10 se tornou o quarto maior artilheiro estrangeiro da história do clube, superando o colombiano Aristizábal. O uruguaio Arrascaeta tem, no momento, 30 gols com a camisa do Cruzeiro. O uruguaio, que chegou a equipe em 2015, também entrou no top 5 dos estrangeiros que mais disputaram jogos pelo time mineiro. Atualmente, Arrascaeta tem no currículo 115 partidas com a camisa estrelada, e à sua frente estão apenas os argentinos Perfumo, Sorín e Montillo, além do chileno Maldonado.

 

BOA NOTÍCIA – Substituído no segundo tempo da partida contra o América, neste domingo, no Mineirão, Thiago Neves deixou o campo reclamando de dores no joelho direito, após uma disputa de bola com um jogador adversário. O atleta iniciou, ainda no Mineirão, um tratamento com gelo e, na manhã desta segunda-feira, passou por um exame de ressonância magnética, que descartou qualquer lesão importante. Sérgio Freire Jr, médico celeste, explicou que a liberação do camisa 30 para as atividades depende da evolução do quadro de dor que ele ainda sente.

 

REAPRESENTAÇÃO O Cruzeiro voltou aos trabalhos na manhã desta segunda-feira. O time da capital mineira, após 23 dias, terá a semana cheia para se preparar visando o duelo do fim de semana. Como de praxe, os titulares que enfrentaram o América passaram a manhã na academia da Toca da Raposa II, fazendo trabalhos regenerativos. O lateral-direito Ezequiel, ausente das últimas cinco partidas em função de um desgaste muscular, também esteve na atividade. A exceção foi o meia Thiago Neves. Marcos Vinícius também não ficou na academia. O jovem fez trabalhos a parte no gramado, acompanhado dos preparadores físicos da equipe celeste. Em campo, apenas reservas e jogadores do Sub-20, que disputaram o coletivo.

 

As equipes foram mescladas – O primeiro time, que contou com Fábio; Vitinho (sub-20), Dedé, Cacá (sub-20) e Bryan; Romero, Eduardo (sub-20) Alex e Elber; Rick Sena (sub-20) e Ábila, venceu por 3 a 2 os adversários do segundo time, que teve Lucas França; Lennon, Patrick (sub-20), Murilo e Fabrício; Nonoca, Lucas Silva, Nickson (sub-20) e Alisson; Raniel e Thonny Anderson (sub-20). Os gols foram marcados por Elber, duas vezes, e Ábila. Alisson descontou duas vezes. Após a atividade, os jogadores foram liberados e terão a terça-feira de folga, retornando na quarta, no período da manhã.

Deixe uma resposta

Topo