CRUZEIRO E ATLÉTICO EMPATAM SEM GOLS NA DECISÃO DO CAMPEONATO MINEIRO

O primeiro duelo reunindo as duas maiores forças do futebol de Minas Gerais se enfrentaram na tarde deste domingo (30) para saber quem venceria a partida, mas o resultado final acabou mesmo empatado e s sem gols onde reuniu muitos torcedores no Mineirão. No próximo domingo dia 7 de maio um dos dois times conquistará o estadual.

 

Confira como foi o primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro

 

O primeiro tempo teve maior domínio por parte do Cruzeiro sobre o Atlético, porque o time alvinegro já que poderá ser o campeão com o resultado de dois empates. O Atlético adotou postura de esperar o adversário e partir para os contragolpes. Mas pecou pela lentidão no momento de atacar o adversário. Tanto que não ameaçou muito o gol de Rafael, que só trabalhou em alguns cruzamentos. O Cruzeiro teve o domínio total e apostou em chutes de média distância, errando todos. O time celeste organizava bem as jogadas, mas faltava o finalizar em gol. Thiago Neves era o principal articulador e Diogo Barbosa uma boa opção de ataque, pela esquerda. Do lado atleticano, Marlone foi pouco acionado enquanto Maicosuel não teve sucesso nas escapadas pelas laterais. Robinho, por sua vez, se movimentou pouco e foi anulado pelos adversários. Fred, ficou isolado, praticamente não teve chances na grande área. O resultado da falta de efetividade ofensiva do Atlético foi a ausência de finalização, e o time alvinegro não chutou uma única bola na meta do Cruzeiro. Assim o placar ficou zerado no estádio do Mineirão diante de muitos torcedores.

 

O segundo tempo foi bem movimentado, com o Atlético mais ligado no ataque. Tanto que criou excelente chance logo aos cinco minutos, com Elias, depois de boa jogada entre Marlone e Marcos Rocha. O volante concluiu à direita da meta de Rafael, com perigo. O Cruzeiro deu o troco com uma boa jogada de Hudson, que apareceu na área e desviou por sobre o gol de Victor. Os técnicos Mano Menezes do Cruzeiro e Roger Machado do Atlético mexeram de forma simultânea, aos 17 minutos, e contribuíram para o segundo tempo melhor e movimentado. Mano trocou Thiago Neves por Ábila. Já Roger tirou Marlone e escalou Otero. O argentino era a esperança de uma referência na área e logo mostrou serviço, obrigando Victor a afastar o perigo de gol. Quando aos 26 minutos, Cazares entrou na vaga de Robinho, que não se encontrou no clássico. Em seguida, Maicosuel foi substituído por Adilson. Na equipe do Cruzeiro aos 31 minutos, Alisson foi lançado no lugar de Rafinha. O Atlético quase marcou quando Fred recebeu o passe de Elias, girou sobre a marcação de Diogo Barbosa e chutou com muito perigo na esquerda de Rafael. Chance clara para o Atlético e sorte para o Cruzeiro.

 

Os dois times estavam bem armados para agredir pelos lados do campo, sobretudo com Otero e Alisson. Buscando o triunfo, Mano Menezes ainda lançou Elber na vaga de Arrascaeta, mas a defesa alvinegra suportou bem a pressão até o final e segurou o empate sem gol. O jogo decisivo será no Independência no próximo domingo (8), para sabermos quem será o campeão mineiro de 2017.

 

Fonte – Superesportes

Deixe uma resposta

Topo