CRUZEIRO PERDE NOS PÊNALTIS PARA O NACIONAL E DEIXA COPA SUL-AMERICANA

O Cruzeiro está fora da Copa Sul-Americana. Em jogo disputado em Assunção, no Paraguai, nesta quarta-feira, o time brasileiro sofreu um revés nos pênaltis para o Nacional. O Cruzeiro abriu o placar com Thiago Neves, mas sofreu a virada com um gol em cada tempo. Com isso, o Nacional devolveu o placar de 2 a 1 conquistado no Mineirão, a decisão então foi para os pênaltis. Com melhor aproveitamento, a equipe paraguaia venceu a disputa por 3 a 2.

 

Confira como foi o jogo no Paraguai

 

No primeiro minuto de jogo, a grande chance do Cruzeiro com Rafinha fazendo bela jogada pela direita e encontrou Ramón Ábila no meio da área. O camisa 9 testou com perigo, mas a bola passou por cima do gol. Em outro lance aos nove minutos, mais uma oportunidade do time brasileiro, quando Hudson conduziu a bola pelo meio campo e tocou para Rafinha, que arriscou arremate de fora da área, para defesa do goleiro Santiago Rojas. Depois de grande pressão, Cruzeiro abriu o placar aos 11 minutos. Diogo Barbosa fez ótimo cruzamento e encontrou Thiago Neves bem posicionado. Com categoria, o camisa 30 chutou firme com o pé direito e acertando no ângulo fazendo 1 a 0.

 

A resposta do time paraguaio veio logo em seguida aos 16 minutos. Após cruzamento, Villagra aproveitou a bola rebatida na área celeste e completou para as redes empatando o marcador em 1 a 1. Já aos 22, o Cruzeiro voltou ao ataque. Após boa troca de passes, Hudson chutou de fora da área, mas a bola ganhou a linha de fundo. Controlando as ações, o time brasileiro então investiu no ataque mais uma vez, isso por volta dos 33 minutos de jogo. Em rápido contra-ataque, Ramón Ábila recebeu a bola na entrada da área e chutou com violência, mas o arremate saiu por cima do gol. A etapa inicial terminou com o placar parcial empatado em 1 a 1.

 

Já o segundo tempo começou disputado e a primeira chance mais clara ocorreu aos 17 minutos. O Nacional do Paraguai quem avançou no placar. Após cruzamento da esquerda, Adam Bareiro cabeceou no canto e virou a partida para 2 a 1. Aos 20 minutos, o técnico Mano Menezes promoveu a entrada de Alisson no lugar de Thiago Neves. Em seguida, aos 29, foi a vez de Fabrício entrar na posição de Diogo Barbosa. Dois minutos depois, Léo recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Com a saída do zagueiro, Mano colocou Dedé no lugar de Ramón Ábila. O Cruzeiro buscou empatar aos 38 minutos, onde Henrique fez cruzamento na área, Arrascaeta dividiu com o zaga, mas a bola saiu pela linha de fundo. Com um a menos em campo, o Cruzeiro segurou o resultado e a partida foi para os pênaltis.

 

Nas cobranças pelo lado do Cruzeiro – Hudson e Henrique marcaram, já Alisson, Fabrício e Arrascaeta perderam nas suas cobranças. Já por parte do Nacional – o goleiro Santiago Rojas Hermínio Miranda e Dávalos marcaram, enquanto Salgueiro e Rodrigues perderam suas cobranças mandando a bola por cima do gol. O resultado final foi 3 a 2 com o Cruzeiro eliminado da competição continental na primeira fase.

Deixe uma resposta

Topo