ATLÉTICO VENCE MAS REAL MADRID VAI A FINAL DA LIGA DOS CAMPEÕES

O Atlético de Madri venceu o Real Madrid por 2 a 1 no jogo de volta da semifinal da Liga dos Campeões, no estádio Vicente Calderón, em Madri, contudo não conseguiu reverter a derrota na partida anteior por 3 a 0 e viu o rival chegar, mais uma vez, à decisão do torneio de clubes, onde irá enfrentar a Juventus, no dia 3 de junho, em Cardiff, no País de Gales.

 

Saiba como foi a partida entre os dois times

 

 

O Atlético de Madri começou a partida com a necessidade de tirar a vantagem de três gols sobre o seu principal rival e, obviamente, tentou tomar conta do jogo. Logo aos quatro minutos, chegou pela primeira vez com perigo. Após deixar Marcelo para trás, Carrasco cruzou e Koke deu leve desvio com o pé, mas Navas mandou para escanteio. Com seis minutos, Casemiro aproveitou cobrança de falta e cabeceou cruzado, mas Oblak conseguiu defender. Com 11 minutos de jogo, em mais um escanteio, Koke cruzou e Saúl Ñiguez ganhou de Cristiano Ronaldo pelo alto e cabeceou forte, Navas chegou a tocar na bola, mas ela morreu no fundo do gol fazendo 1 a 0 para o Atlético de Madrid. Três minutos depois, a surpresa quando Fernando Torres recebeu na área e foi derrubado por Varane e pênalti marcado. Antoine Griezmann foi para a bola, escorregou com o pé de apoio e cobrou mal, Navas colaborou e acabou por dar um toque fraco e a bola morreu no fundo do gol ampliando para 2 a 0 o Atlético sobre o Real Madrid. O sonho deixava de ser impossível. O time merengue voltou a igualar as ações e passou a pressionar o rival. Chances com Kroos, Sergio Ramos, Modric e Isco foram criadas, mas nenhuma assustou o gol de Oblak.

 

A partida ficou ainda mais pegada, com faltas duras e nada de cartão aos jogadores. A punição série de jogadas duras veio aos 34 minutos, quando Godín deu um tranco por trás em Cristiano Ronaldo. Por conta da confusão, Sergio Ramos foi outro amarelado. Dois minutos depois, Gabi, por reclamação, também tomou cartão amarelo. Na parte final do primeiro tempo aos 41 minutos, Benzema recebeu pela esquerda, foi até a linha de fundo e driblou três jogadores que o cercaram em jogada espetacular. O francês rolou para trás e Kroos bateu rasteiro, Oblak caiu para defender no contra pé, mas Isco no rebote mandou para as redes, diminuindo para 2 a 1. O Atlético agora precisava de mais três gols para avançar na final e não demorou veio o fim do primeiro tempo.A primeira chance do segundo tempo foi do Real Madrid, aos dois minutos. Kroos passou por Koke, mas não por Griezmann. Cristiano Ronaldo cobrou a falta direto para o gol, Oblak espalmou e Marcelo tentou bater na sobra, mas a bola foi para linha de fundo. Precisando urgente de mais três gols, o Atlético ficar mais com a maior parte do tempo com a bola, contudo não conseguia assustar a meta de Navas. Já aos 21 minutos, Carrasco aproveitou vacilo de Danilo na direita, fintou Varane e chutou, Navas defendeu e na sobra Gameiro cabeceou, mas o goleiro salvou a meta madrilhenha e mandou para escanteio. Após cobrança de escanteio a bola sobrou nos pés de Cristiano Ronaldo que empurrou para o gol, mas o árbitro assinalou impedimento do jogador português.

 

Em outro lance, Griezmann recebeu pela esquerda, girou e chutou, Navas fez outra defesa e mandou para escanteio. O lateral brasileiro Marcelo cruzou na segunda trave e Benzema, com um peixinho cabeceou, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Já Gameiro teve uma grande chance de fazer o terceiro, mas Sergio Ramos atrapalhou e ele não conseguiu finalizar. O Atlético de Madrid não deixou de lutar um minuto e contou com o apoio dos milhares de torcedores fanáticos no estádio Vicente Calderón. No fim, veio a chuva, onde na parte final da partida, e aos 47 minutos ocorreu o fim de jogo. O Atlético de Madri venceu sobre o Real, mas no agregado, o placar final foi de 4 a 1 em favor do atual campeão europeu que classificado para mais uma final da Liga dos Campeões e busca o bicampeonato na decisão contra a Juventus que garantiu a outra vaga ao passar pelo Mônaco. Quem vencer a Liga dos Campeões garante uma vaga no Mundial de Clubes da FIFA em dezembro.

Fonte – Portal IG Esportes

 

Deixe uma resposta

Topo