RAFAEL NADAL CONQUISTA PELA QUINTA VEZ O MASTER MIL DE MADRID

O tenista Rafael Nadal (foto) faturou neste domingo o torneio do Masters 1000 de Madri. Jogando em casa e ainda contando com o apoio da torcida, o espanhol derrotou o austríaco Dominic Thiem por 2 sets a 0 com as parciais de  7/6 (8) e 6/4. Este foi o quinto título obtido por Nadal.

 

Saiba como foi a decisão do título

 

Na final de um lado da quadra estava Nadal e do outro Thiem que já haviam decidido o título do ATP 500 de Barcelona, no mês de abril, quando o espanhol venceu por 6/4 e 6/1. Eles já haviam duelo por quatro vezes, com três vitórias para o espanhol e uma conquista do austríaco. O equilíbrio da decisão em Madri veio no número de games com 27 a 25 a favor de Nadal. Thiem cometeu mais erros não forçados e o placar entre os dois competidores foi de 29 x 18. Num primeiro set intenso, Thiem quebrou Nadal no terceiro game servindo muito bem e venceu o espanhol na rede. Rafael mostrou seu poder de recuperação ao tentar aproveitar os erros do rival austríaco e ainda devolver a quebra a partir do sexto game.

 

Depois em um momento que poderia ter definido o set, com Thiem sacando em fazer 4/5, com Nadal forçando os erros do adversário e chegou ao tripo set point. Mostrando firmeza e grande personalidade em quadra, o austríaco se salvou e confirmou o serviço. O equilíbrio e o alto nível seguiram no tie break, com Thiem salvando mais dois set points importantes, antes de cometer mais um erro não forçado para perder um set que durou uma hora e 18 minutos de partida. O segundo set começou com trocas de pancadas entre os dois tenistas, mas Nadal se defendia muito bem, forçando o erro adversário e alçando a quebra que definiria a vitória do espanhol.

 

Os dois tenistas então passaram a confirmar seus serviços com tranquilidade, sem Dominic conseguir ameaçar as ações do espanhol. No nono game, Nadal teve três chances de fechar o jogo, mas o austríaco mostrou frieza para salvar. Na quarta tentativa, a bela jogada numa deixa fez a total diferença para Nadal lhe valeu o jogo e sobretudo a conquista do título.

Deixe uma resposta

Topo