CBB PODE VOLTAR AS COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB), conseguiu um importante documento nesta sexta-feira. Diante de uma crise financeira e política da entidade, o Ministério da Fazenda deu à Confederação a certidão positiva com efeitos de negativa de débitos relativos aos tributos federais e à dívida da união. Com isso, já poderá receber verbas públicas, oriundas do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do Ministério do Esporte. O COB deixou claro que só dará o dinheiro destinado da Lei Piva (R$ 3,46 milhões), proveniente das loterias federais, depois que a Federação Internacional tirar a suspensão que foi imposta ao basquete nacional. Atualmente presidida por Guy Peixoto (foto), que foi ex-jogador da seleção brasileira tem o apoio de muitos dos principais nomes da história do basquete do país, a Confederação Brasileira de Basquete está atualmente sem nenhuma fonte de renda como recurso. Segundo o próprio presidente, alguns parceiros estão próximos de fechar contrato, mas ainda não há nada de concreto em comum acordo. No entanto, a entidade segue proibida de ter as seleções nacionais e os clubes disputando as competições chanceladas pela Federação Internacional (FIBA).

Deixe uma resposta

Topo