CRUZEIRO CLASSIFICADO ENCARA NOVAMENTE À CHAPECOENSE PELO BRASILEIRO

Reportagem Frederico Mesquita

 

EM JOGO TUMULTUADO E NA RAÇA, CRUZEIRO SE CLASSIFICA ÀS QUARTAS DA COPA DO BRASIL

 

Foi na raça! O Cruzeiro segurou o empate em 0 a 0 contra a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó-SC, e avançou para as quartas de final da Copa do Brasil, na noite desta quinta-feira. A Raposa se classificou com o 1 a 0 no placar agregado, em gol marcado por Raniel no jogo de ida, no Mineirão. O técnico: Mano Menezes escalou o Cruzeiro com: Fábio; Lucas Romero (Rafinha), Kunty Caicedo, Léo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson e Ariel Cabral; Thiago Neves (Lucas Silva), Alisson e Ramón Ábila (Raniel).

 

CONFUSÃO – Depois do apito final e da classificação do Cruzeiro às quartas de final da Copa do Brasil, no empate sem gols diante da Chapecoense, nesta quinta-feira, a Arena Condá quase virou um palco de batalha. A tensão começou com a torcida, que começou a gritar ‘Vergonha’, reclamando de dois gols anulados pela arbitragem, e terminou na área interna do estádio. Jogadores celestes foram encurralados na porta de entrada do vestiário por dirigentes e atletas da equipe catarinense.O quarteto de arbitragem foi muito pressionado por jogadores, dirigentes e o técnico da Chapecoense, Vagner Mancini, depois do apito final, e teve que deixar o gramado protegido por escudos da Polícia Militar local. O quarto árbitro, Evandro Tiago, foi atingido por um objeto arremessado da arquibancada e saiu com um corte e sangramento abaixo do olho esquerdo. Na entrada do vestiário destinado ao Cruzeiro, mais confusão. Dirigentes e jogadores da Chapecoense acuaram os celestes, que tiveram dificuldade para entrar no local. No meio do tumulto, câmeras de TV mostraram o lateral-esquerdo Diego Barbosa atirando copo de água em integrantes da Chape, sob protesto de Vágner Mancini. Na coletiva, o comandante pediu desculpas em nome do clube catarinense. O Presidente da Chapecoense, Plínio David de Nês, o Maninho, fez um pedido de desculpas ao Cruzeiro, reforçou a parceria entre as equipes e garantiu que “o Cruzeiro é um time irmão”.

 

DEFINIÇÃO DOS CONFRONTOS – O sorteio que definirá os duelos da próxima fase da Copa do Brasil está marcado para segunda-feira, dia 5, às 11 horas, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro.

 

PRÓXIMO DESAFIO – O Cruzeiro agora volta suas atenções para a disputa do Campeonato Brasileiro, mas não muda o foco sobre o adversário. No próximo domingo, às 19 horas, a equipe de Mano Menezes recebe a mesma Chapecoense, no Mineirão. Os dois clubes dividem a liderança do torneio, ao lado do Corinthians, todas com sete pontos conquistados. Os catarinenses têm vantagem no saldo de gols.

 

ROBINHO E EZEQUIEL – O Cruzeiro pode ter reforços importantes para o duelo contra a Chape. Mano Menezes já começa a pensar na escalação do time para enfrentar o rival em Belo Horizonte. O técnico cruzeirense admitiu que deve ter novidades na lista para o confronto no Gigante da Pampulha. A volta mais aguardada pela torcida celeste é a do meia Robinho. O jogador passou os últimos dois meses se recuperando de uma lesão grau três no músculo posterior da coxa direita. Nas últimas semanas, liberado pelo departamento médico para intensificar os trabalhos em campo, o armador já brincava com a imprensa: “Estou voltando!” Outra opção que Mano Menezes pode ganhar para enfrentar a Chape é Ezequiel. O lateral-direito passou o mesmo período tratando de dores musculares no quadril. Mesmo que os exames não tenham apontado lesão, o jogador foi poupado para reforçar a parte física. Ainda que o Cruzeiro tenha contratado Lennon para a reserva na posição, o técnico celeste preferiu improvisar o volante Lucas Romero no setor até que o recém-chegado se acostume ao clube. Se, por um lado, Mano pode mudar a equipe com o retorno de Robinho e Ezequiel, por outro, a zaga deve ter a formação mantida com Léo e Kunty Caicedo. O treinador revelou que pretende poupar Dedé em mais uma partida, já que, depois, Caicedo se juntará à Seleção Equatoriana, com o camisa 26 voltando naturalmente ao time.

 

REFORÇOS E CONVOCAÇÃO DA TORCIDA – Para a sequência da temporada e a série de compromissos que terá pela frente, a diretoria trabalha para reforçar o elenco. Vice-presidente de futebol do clube, Bruno Vicintin afirmou que negociações estão em andamento e que há o objetivo de fazer intervenções pontuais no grupo. Sassá, do Botafogo, e Luciano, ex-Corinthians, são os dois principais nomes da pauta. O Cruzeiro volta a encontrar a Chapecoense, neste domingo, no Mineirão. O jogo poderá valer a liderança do Campeonato Brasileiro, já que as duas equipes estão na ponta da tabela com sete pontos cada. Bruno Vicintin fez um apelo ao torcedor para que compareça ao Gigante da Pampulha. “Mais importante do que os reforços é convocar o torcedor, precisamos demais do torcedor no domingo, é um jogo importantíssimo, que podemos voltar a liderar o Campeonato Brasileiro depois de muito tempo, claro, dependendo do jogo do Corinthians. Mas precisamos muito do torcedor, porque ele sabe que jogando junto com a gente, o Mineirão fica muito forte”, afirmou.

Deixe uma resposta

Topo