CRUZEIRO APÓS EMPATAR COM O GRÊMIO ENFRENTA À PONTE PRETA EM CAMPINAS

Reportagem Frederico Mesquita

 

EM PARTIDA ELETRIZANTE NO MINEIRÃO, CRUZEIRO IMPÕE GRANDE REAÇÃO E BUSCA EMPATE COM O GRÊMIO

 

A melhor partida do Campeonato Brasileiro 2017. Assim foi considerado pelos jornalistas que cobriram o grande confronto entre Cruzeiro e Grêmio, na noite desta segunda-feira. Os trocedores que compareceram ao Gigante da Pampulha assistiram a um espetáculo recheado de gols, defesas importantes, bolas na trave e gritos eufóricos do público. Sem dúvidas, o empate por 3 a 3 entre Cruzeiro e Grêmio, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro foi digno dos melhores confrontos do futebol nacional este ano. Com o resultado, o Cruzeiro alcançou a oitava colocação na competição, com 11 pontos, enquanto o Grêmio permaneceu na vice liderança, com 19. Everton e Michel colocaram os gaúchos à frente, Thiago Neves e Rafael Sóbis empataram para o Cruzeiro. Ramiro botou o Grêmio em vantagem no placar e Robinho empatou mais uma vez, depois de uma bela jogada do ataque do Cruzeiro, dando números finais ao duelo. Agora o Cruzeiro volta a jogar pela competição nacional na próxima quinta-feira, contra a Ponte Preta, às 19h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). A partida será válida pela nona rodada do certame.

 

MANO GOSTOU DO QUE VIU – O técnico Mano Menezes fez avaliação positiva do rendimento do time celeste, que propôs o jogo desde o início e buscou a igualdade no placar em duas oportunidades. “Vi um grande jogo. A maioria das pessoas comunga deste pensamento. O Cruzeiro vem assumindo o papel de propor jogo. Fizemos isso de forma bem veemente contra o líder em São Paulo e fizemos isso hoje contra o Grêmio. A equipe teve muita força para buscar o resultado de empate. Tivemos mais uma bola na trave no final num chute do Elber. Foram três bolas na trave que tivemos contra uma equipe dona da segunda melhor campanha no Brasileiro e que vinha fazendo grandes jogos fora de casa”, avaliou o treinador, que destacou também o crescimento da equipe nos últimos jogos. “Sempre acredito em equipes que crescem durante a competição. Lógico que não podemos esperar muito para crescer. Alguns já fizeram uma vantagem boa lá na frente e nós queremos estar com eles. A equipe tem mostrado que tem potencial para estar lá”, salientou. Mano enumerou diversas qualidades apresentadas pelo time no jogo desta segunda-feira e espera que as recentes atuações se traduzam em um aumento de confiança para as próximas rodadas. “É não abrir mão da audácia, de marcar mais alto, da organização para fazer tudo isso. Todos temos intenções e o outro lado também. Acho que conseguimos fazer algumas coisas muito bem. Cometemos erros, que todas as equipes cometem.

 

A partir do momento que voltamos a fazer gols, vimos que podemos correr esse risco. É essa confiança que estamos retomando. Acho que o caminho é este”, projetou. Além dos três gols marcados, o Cruzeiro criou muitas oportunidades, ao chutar, por exemplo, três bolas na trave, duas com Alisson e outra com Elber, nos minutos finais da partida. “A gente sai meio satisfeito, porque o Cruzeiro poderia ter vencido. Tivemos um lance no finalzinho com o Elber e seria uma grande vitória. Ouvimos antes do jogo que o Grêmio jogava pela liderança, mas o Cruzeiro do outro lado jogava pela quarta ou quinta colocação na tabela e jogou para isso, com ambição. Mas o outro lado também tem méritos e foi um grande jogo, sem dúvida alguma”, reforçou.

 

SASSÁ CONTRA A PONTE – O bom rendimento de Sassá nas primeiras atividades com o grupo na Toca da Raposa II fez Mano Menezes reconsiderar o prazo para a estreia do atacante pelo Cruzeiro. Antes, o treinador havia planejado o primeiro jogo para o início de julho, possivelmente o clássico contra o Atlético, no dia 2, no Independência. Após o empate por 3 a 3 com o Grêmio, porém, o comandante não descartou a possibilidade de Sassá ser relacionado até para o próximo compromisso do time, na próxima quinta-feira, às 19h30, contra a Ponte Preta. “Falei em 15 dias anteriormente, até por ele não ter condições legais, mas em termos de rendimento nos treinos o Sassá está muito bem. Tão logo ele tiver capacidade de ajudar a equipe, seja pelo tempo que for, vamos levar em consideração porque isso é importante. O Sassá é mais uma opção, tem característica que nos falta algumas vezes, como o bom cabeceio. Ele poderá ser útil, tenho certeza”, afirmou o treinador.

 

DESFALQUES – O Cruzeiro terá dois desfalques no time que vai enfrentar a Ponte Preta, em Campinas, na quinta-feira, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além de Mano Menezes, expulso, a Raposa perdeu Leo. O zagueiro e atual capitão celeste recebeu o terceiro cartão amarelo na competição e cumpre suspensão automática.Contra o Grêmio, nesta segunda-feira, no Mineirão, Leo recebeu o cartão amarelo por reclamação em uma jogada de impedimento do ataque gaúcho. Mesmo com razão na interpretação do lance, o zagueiro celeste acabou punido aos 43 minutos do segundo tempo. Pela Série A, Leo foi advertido com o cartão amarelo nas partidas contra Sport e Santos, pela 2ª e 3ª rodadas respectivamente. O camisa 3 é o zagueiro que mais atuou pelo Cruzeiro nesta temporada. Foram 30 jogos como titular e um gol marcado em 2017. Com Dedé e Manoel em recuperação física no departamento médico celeste, a zaga cruzeirense para enfrentar a Macaca deve ter Kunty Caicedo e Murilo Cerqueira. O jovem defensor subiu das categorias de base da Raposa e teve as primeiras oportunidades como titular recentemente. Murilo entrou no jogo contra o Bahia, após Henrique ser expulso de campo, e foi titular nas duas partidas seguintes, contra Atlético-GO e Corinthians.

 

Deixe uma resposta

Topo