FÓRMULA 1 IRÁ DISCUTIR SOBRE FUTURO DAS NOVAS REGRAS AERODINÂMICAS

As regras aerodinâmicas após a temporada 2020, e os dispositivos de proteção de cockpit como “halo” e “escudo” estão entre os itens discutidos pelo grupo de estratégia da Fórmula 1 onde irão se reunir nesta quarta-feira (19), segundo informações do site Autosport. As regras aerodinâmicas da categoria foram renovadas para a temporada de 2017 para criar os carros mais agressivos e rápidos como está acontecendo após 10 etapas do mundial. Acredita-se que os chefes desejam melhorar o espetáculo das corridas e estão explorando formas em que possa alcançar em longo prazo, como mudar as regras aerodinâmicas mais uma vez. O dispositivo de proteção do escudo será então discutido quando Sebastian Vettel interrompeu o primeiro teste com o dispositivo na sua Ferrari no treino do Grande Prêmio da Inglaterra, afirmando que o dispositivo o deixou “nauseado”.

 

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) está explorando uma ideia de ter a versão final do escudo para depois poder introduzir em 2018, mas já insistiu que esses planos não se concretizassem em tempo, ao vez disso, implantaria o halo, mas este suporte também foi muito criticado. Os compostos de pneus e o horário do fim de semana das provas também devem ser discutidos na reunião, em Genebra, na Suíça. Uma atualização sobre os planos para reduzir os custos será feita, enquanto outras discussões sobre as regras dos motores pós-2020 deverão ocorrer. O evento da “Fórmula 1 Live in London”, realizado na última quarta-feira (12) antes da corrida, foi considerado um grande sucesso nas palavras de Fernando Alonso, dizendo que quer que seja o “primeiro de muitos”. O escape soprado, e a tal controversa sobre a queima de óleo, como as coberturas do motor incluindo ainda as “barbatanas” nos carros estarão em pauta.

Deixe uma resposta

Topo