CRUZEIRO EMPATA SEM GOLS COM O VITÓRIA NO MINEIRÃO PELO BRASILEIRO

O Cruzeiro jogando na noite deste domingo no estádio do Mineirão, acabou empatando sem gols contra o time do Vitória pela 17º rodada do Campeonato Mineiro e perdeu a oportunidade de poder se aproximar dos lideres da competição nacional. Já o time baiano garantiu um ponto e luta para sair da zona de rebaixamento.

 

SAIBA COMO FOI A PARTIDA

 

A partida começou muito disputada, com o Vitória exercendo uma forte marcação no setor de meio-campo, na tentativa de evitar a criação das jogadas ofensivas do Cruzeiro.  A equipe de Belo Horizonte passou a tocar mais a bola e buscar os espaços na defesa, especialmente pelos lados do campo, como fez Thiago Neves. O camisa 30 driblou dois marcadores e tocou para Elber, que chutou forte, na direita do gol. Com 18 minutos, Rafael Sobis tabelou com Sassá e chutou forte, com muito perigo, à direita do gol de Fernando Miguel. O time baiano respondeu logo depois, com Santiago Tréllez, que recebeu um bom lançamento de Kanu e chutou de primeira, longe do gol de Fábio. O Cruzeiro teve a melhor chance para marcar aos 26, em jogada de Diogo Barbosa. O lateral recebeu lançamento e cruzou na medida para Thiago Neves, que cabeceou para o gol, mas Fernando Miguel defendeu. Nos minutos finais do primeiro tempo, o técnico Mano Menezes teve que fazer duas substituições, colocando Rafinha e Murilo Cerqueira nos lugares de Elber e Manoel. O meia levou uma pancada na cabeça numa disputa de bola com o zagueiro Wallace e jogador de mesma posição deixou o campo com dor no pé esquerdo. O jogo cresceu em emoção nos acréscimos, com as duas equipes criando chances de gol. A primeira delas do Vitória, em contra-ataque que terminou com um chute de Tréllez na saída de Fábio. O goleiro fez grande defesa. Na sequência, o Cruzeiro só não inaugurou o placar por causa de uma importante defesa de Fernando Miguel, em um chute praticamente à queima-roupa de Rafinha. O placar terminou sem gols na primeira etapa, no Mineirão.

 

No segundo tempo, o Vitória iniciou o jogo com a marcação adiantada e, em um contra-ataque, aos 10 minutos, houve uma lance de perigo na defesa cruzeirense onde obrigou Fábio a fazer uma defesa difícil , em chute de Deivid. O Cruzeiro retomou o comando da partida e teve rapidamente duas claras oportunidades de fazer o gol, em um chute de Rafinha, que Fernando Miguel defendeu, e principalmente com Sassá, que recebeu passe dentro da área, mas finalizou acima do gol. O time mineiro pressionava em busca do gol, enquanto o adversário passou a se fechar completamente na defesa, tentando segurar o empate. Com 27 minutos, em outra grande jogada, Diogo Barbosa cruzou rasteiro para Thiago Neves, que chutou colocado para o gol, mas Fernando Miguel fez um milagre, salvando mais uma vez a equipe de Salvador. O Cruzeiro pressionava, entretanto o gol insistia em são sair, como nas duas finalizações de Thiago Neves, que novamente pararam em grandes defesas de Fernando Miguel. A pressão do Cruzeiro seguiu forte até os segundos finais do jogo, mas não foi suficiente para transpor ao gol do Vitória, que contou com uma atuação mais que inspirada do goleiro Fernando Miguel e assim o duelo terminou mesmo sem gols e um ponto para cada lado depois de 17 rodadas já disputadas no campeonato brasileiro.

Deixe uma resposta

Topo