CRUZEIRO EMPATA SEM GOLS COM O BOTAFOGO NO MINEIRÃO PELO BRASILEIRO

O Cruzeiro atuando como time mandante no estádio do Mineirão não conseguiu balançar as redes contra o Botafogo e ambos as equipes ficaram no 0 a 0 no primeiro turno finalização após esta rodada. A equipe celeste poderia ter terminado no G-6, mas o empate prejudicou suas intenções de subir na tabela de classificação do campeonato brasileiro.

 

SAIBA COMO FOI A PARTIDA NO MINEIRÃO

 

O Cruzeiro partiu com tudo em busca de fazer garantir sua vitória em casa diante do Botafogo. Logo no começo com quatro minutos, o time mineiro criou quatro oportunidades para abrir o marcador. A primeira delas em um chute de Sassá, que o goleiro Gatito Fernández defendeu, e a segunda em finalização de Rafinha, na trave. As duas outras foram após de escanteio cobrado por Alisson, que Emerson quase fez contra, e na sequência Murilo Cerqueira desviou o chute de Lucas Romero, de calcanhar, para fora. Com 15 minutos, em outra jogada bastante perigosa de Sassá. O ex-atacante do Botafogo driblou dois marcadores e cruzou para Alisson, na pequena área. O atacante desviou de letra, na única alternativa que tinha para fazer, mas a bola saiu para a linha de fundo. Aos poucos, o Botafogo conseguia encaixar melhor a marcação, se fechou na defesa e diminuiu o sufoco do Cruzeiro, que passou a ter mais dificuldades apresentar algumas jogadas. Contudo, o Cruzeiro conseguia chegar ao ataque com grande perigo, mais de uma vez no primeiro tempo, em jogada de Alisson, que penetrou na área e cruzou para Thiago Neves, mas o zagueiro Marcelo conseguiu antecipar e evitou a finalização do camisa 30 cinco estrelas. A primeira etapa terminou empatado e sem gols no estádio do Mineirão.

 

O segundo tempo começou e o Botafogo adotou uma postura defensiva na etapa final, e o Cruzeiro seguiu batalhando em busca da vitória, tentando furar o bloqueio do adversário, como fez Murilo Cerqueira, de cabeça, acima do gol, após um cruzamento de Rafinha. Com 17 minutos, Alisson recebeu passe na intermediária e tocou para Thiago Neves, que dominou e chutou colocado, mas Emerson se jogou na bola e conseguiu tirar. Em bola parada, o Botafogo deu um susto no goleiro Fábio, em uma cobrança de falta de Léo Valência, que Emerson Silva cabeceou, com muito perigo, à esquerda do gol cruzeirense. O time mineiro buscava o ataque todo instante, mas a bola insistia em não entrar. Thiago Neves tentou duas vezes de fora da área, a primeira para fora e a outra nas mãos de Gatito Fernandez. Já com 32 minutos de jogo, Robinho cobrou falta para a área e Sassá deu um peixinho, mas não conseguiu desviar para o gol. Pouco depois, após bola alçada na área, Thiago Neves escorou de cabeça para Alisson, que cabeceou para o gol, mas a bola bateu na trave mais uma vez. O Cruzeiro pressionava o Botafogo, que se segurava atrás como podia e já na parte final do jogo aos 43 minutos, poderia ter marcado, após um contra-ataque nos pés de Marcos Vinícius, que chutou na saída de Fábio, à direita do gol. Passado o susto, o Cruzeiro voltou a sufocar o time carioca até os instantes finais da partida, mas não conseguiu passar pela retranca do adversário. Logo depois, o árbitro Cláudio Francisco Lima e Silva encerrou o jogo com o empate sem gols e um ponto para cada lado no término da metade da competição nacional.

Deixe uma resposta

Topo