CRUZEIRO INICIA O CICLO DE PREPARAÇÃO PARA O RETURNO DO BRASILEIRO

Reportagem Frederico Mesquita

 

CRUZEIRO ANUNCIA NOVO DIRETOR DO DEPARTAMENTO MÉDICO E PROJETA VITÓRIA CONTRA O SÃO PAULO

O Cruzeiro anunciou nesta segunda-feira (07) um novo reforço para o Departamento Médico: Dr. Fernando Lopes. Ele será o diretor do setor, que conta também com os médicos Dr. Sérgio Freire Júnior, Dr. Leonardo Corradi e Dr. Walace Espada. A justificativa para a contratação foi que Lopes chega para fortalecer o departamento, que recentemente teve as saídas dos doutores José Cesário da Silva Almada Lima e Daniel Baumfeld, Superintendente e Supervisor da equipe, respectivamente. O médico Fernando Lopes tem 65 anos, se formou em medicina pela UFMG em 1976 e trabalha nas áreas de ortopedia e traumatologia. Especialista e membro titular pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), além de membro internacional da AOFAS – Sociedade Americana de Cirurgia do Pé e Tornozelo, o profissional atua como chefe e coordenador do Serviço e da Residência Médica no hospital Mater Dei há três décadas.

 

Também integrante da Associação Brasileira de Cirurgia do Pé e Tornozelo, o médico ressaltou que recebeu o convite da diretoria do Cruzeiro com o intuito de preencher as vagas deixadas por Dr. Cesário e Dr. Daniel, e falou da expectativa em assumir o novo cargo no Maior de Minas. “A minha função será um pouco diferente e a encaro como grande desafio, já que deverei coordenar toda a parte assistencial de atletas profissionais e da base incluindo os setores de medicina, fisioterapia e fisiologia. É uma atividade complexa e desafiadora, mas me sinto animado em contribuir com o Clube do qual sou torcedor fervoroso. Ainda iniciando a atividade, encontrei um Departamento Médico muito bem organizado e formado por profissionais do mais alto nível em todas as áreas”, relatou o novo profissional celeste. Dr. Fernando garantiu, ainda, que não faltará empenho e dedicação para que ele e toda a equipe cumpram as demandas necessárias para auxiliarem da melhor forma possível aos jogadores estrelados. “Espero contribuir com este grupo ajudando a prosseguir com um trabalho homogêneo, humano e científico, buscando a melhor qualificação possível merecida e necessária ao tamanho do glorioso Cruzeiro Esporte Clube. Vamos buscar e nos empenhar para atender às necessidades dos nossos atletas”, reiterou Gilvan.

 

MANO QUER CRUZEIRO MAIS FORTE NO SEGUNDO SEMESTRE – Nesse domingo, o Cruzeiro empatou com o Botafogo por 0 a 0 na última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro e perdeu a chance de terminar esse período da competição entre os seis primeiros colocados – zona de classificação para a Libertadores de 2018. Com derrotas de Sport e Flamengo, bastava ao time um triunfo simples para ultrapassar os dois rivais. Já no próximo dia 16, o Cruzeiro terá a oportunidade de começar a disputar uma vaga na grande decisão da Copa do Brasil. A Raposa vai ao Rio Grande do Sul visitar o Grêmio, às 21h45. A volta está marcada para a quarta-feira seguinte, dia 23, no Mineirão. O técnico Mano Menezes lamentou as oportunidades de gols desperdiçadas pelo Cruzeiro contra o Botafogo, como aconteceu também no empate com o Vitória, e ressaltou que o Cruzeiro precisa saber aproveitar melhor os momentos positivos nas partidas. “Nós não conseguimos construir a vitória, aliás é um fato que vem se repetindo.

 

Nos dois últimos jogos em casa nós criamos situações suficientes e controlamos os jogos suficientemente para vencê-los. Mas não estamos conseguindo definir o lance, o jogo, em momentos importantes. Hoje, por exemplo, tivemos um início avassalador”, disse ele. “Nós temos que aproveitar melhor o momento. Na quinta-feira contra o Vasco nós aproveitamos. Fizemos 2 a 0 e o jogo ficou todo como a gente queria, com todos os espaços do mundo. Tivemos chances suficientes para botar a bola para dentro hoje. Tivemos duas bolas no poste, tivemos bola passando na frente do gol várias vezes. O que faltou foi isso e é isso que nós temos que consertar”, completou. O comandante estrelado destacou que, embora o Cruzeiro tenha merecido sair do Mineirão neste domingo com os três pontos, precisa ajustar algumas coisas para seguir mais forte no returno do Campeonato Brasileiro e na semifinal da Copa do Brasil. “Você vai para dentro do vestiário depois de um jogo desse frustrado, porque sabe que fez por merecer de um modo geral vencer a partida. Gostaria de ter terminado o turno no G-6, a gente teve uma oportunidade de ouro hoje na nossa mão, para, no mínimo, terminar nesse grupo. Se não terminamos é porque não merecemos. Temos que olhar para dentro de nós mesmos e ver os problemas que temos, para que sejam corrigidos para o segundo turno e a Copa do Brasil”, declarou.

 

REABILITAÇÃO CONTRA O SÃO PAULO – Os jogadores do Cruzeiro também foram para o vestiário chateados com o resultado do jogo, que poderia ter deixado o time cinco estrelas na quinta colocação no Campeonato Brasileiro, dentro da zona de classificação à Copa Libertadores da América. Deixaram bem claro que não faltou empenho e já estão com as atenções voltadas para o confronto com o São Paulo, no próximo domingo, no Morumbi, para que o time estrelado conquiste mais uma vitória fora de casa e siga em busca dos lugares mais altos na competição nacional. “Chateado pelo resultado, a gente tinha oportunidade para ficar em quinto e deixamos escapar. Pela qualidade do nosso time, temos que ser mais tranquilos perto do gol. Não adianta criar um monte de oportunidades e não fazer”, disse Thiago Neves. “Mas valeu, a gente tentou o tempo inteiro, teve empenho de todo mundo, da torcida também, o tempo todo. Agora temos uma semana tranquila para trabalhar, para tentar ganhar em São Paulo os pontos que a gente perdeu hoje”, disse o meia Thiago Neves.

Deixe uma resposta

Topo