CRUZEIRO PERDE NOS PÊNALTIS PARA O LONDRINA E DEIXA PRIMEIRA LIGA

O Cruzeiro enfrentou o Londrina atuando como time visitante, no estádio do Café e garantia a vaga na final por 2 a 0, mas sofreu o empate da equipe paranaense e nas cobranças das penalidades acabou perdendo por 3 a 1 e com isso ficou de fora da final perante o maior rival Atlético que irá decidir a decisão pela Primeira Liga no mês de outubro contra o próprio Londrina.

 

SAIBA OS DETALHES DO JOGO

 

A primeira jogada na partida foi aos 17 minutos com o Cruzeiro buscando abrir o marcador. Bryan pegou o rebote e fez ótimo lançamento para Élber, o atacante deixou escapar e a bola sobrou para Lucas Silva, o volante arriscou e ganhou o escanteio. Dois minutos depois, outro grande lance do time mineiro. Bryan arriscou de fora da área e o goleiro César fez a defesa para escanteio. Na cobrança, aos 19 minutos, Rafinha colocou na cabeça de Lucas Silva, que no lance desviou para o fundo das redes e fazer 1 a 0. O Londrina atrás no placar e jogando como clube mandante chegou com perigo aos 26 minutos. Em uma falta marcada próxima da área com Carlo Henrique cobrou e a bola com muita potência raspou o travessão do goleiro celeste. Na parte final do primeiro tempo, aos 40 minutos, Rafael fez grande defesa salvando o Cruzeiro de sofrer o empate. Logo depois, Rômulo avançou pela intermediaria e arriscou, o goleiro cruzeirense fez linda ponte e colocou a bola para escanteio, mas na jogada foi desperdiçada. O Cruzeiro saiu em vantagem ao final do primeiro tempo de partida atuando fora de Belo Horizonte.

 

Na etapa complementar teve como primeiro lance de perigo com o Cruzeiro aproveitando em ampliar o marcador. A jogada começou aos oito minutos, Alex havia entrado no posto de Messidoro, deu um belo passe e acionou Élber pela direita, onde o atacante avançou e chutou rasteiro, mas a bola bateu na trave e no rebote Sassá de canhota colocou para o fundo das redes ao fazer 2 a 0. Atrás do placar, o técnico Cláudio Tencati do Londrina colocou o atacante Safira na partida. Com 20 minutos, Carlos Henrique recebeu dentro da área e chutou, a bola pegou em Nonoca e sobrou para Safira, mas Rafael chegou antes do atacante e salvou o Cruzeiro. Já com 31 minutos, Reginaldo recebeu a bola pela direita e arriscou o cruzamento pela intermediaria. Carlos Henrique subiu mais que a zaga e cabeceou no canto esquerdo, Rafael fez grande defesa e Lennon afastou o perigo no rebote. Três minutos depois, outro lance de perigo do Londrina. Carlos Henrique recebeu na meia lua, dividiu com a zaga e chutou para e a bola pegou em Lucas Silva e bateu na trave, mas Digão afastou no rebote. O Londrina chegou ao primeiro gol com 36 minutos. Marcinho cruzou da esquerda, Alisson Safira subiu mais que a zaga e cabeceou sem chances para a defesa de Rafael, diminuindo o placar para 1 a 2. Nos acréscimos com 50 minutos, o árbitro Leandro Pedro   Vuaden marcou pênalti a favor do Londrina. Germano foi para a cobrança e colocou no canto direito de Rafael e empatar em 2 a 2 e assim levar a decisão da semifinal para as cobranças das penalidades.

 

Nas cinco cobranças dos pênaltis, o Cruzeiro acertou apenas uma cobrança de Bryan, mas errou em três oportunidades com: Lucas Silva, Arthur e Alex. Pelo lado do Londrina, houve três acertos nos gols de Germano, Ayrton e Dirceu, mas ocorreu erros por parte de Marcinho e Artur definindo a partida em 3 a 1. A decisão da Primeira Liga contará com o Londrina e outro time mineiro, no caso do Atlético que venceu no tempo normal nesta sábado mais uma equipe do paranaense, trata-se do Paraná por 1 a 0 gol de Elias. O jogo único será disputado no estádio do Café, com a vantagem do Londrina atuar perante seus torcedores no dia 8 de outubro, as 19:30 horas.

Deixe uma resposta

Topo