ATLÉTICO MINEIRO EMPATA COM O PALMEIRAS NO INDEPENDÊNCIA PELO BRASILEIRO

Em jogo movimentado, o Atlético empatou pelo placar de 1 a 1 contra o Palmeiras, neste sábado, no estádio do Independência. A partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Deyverson abriu o placar para o Verdão e aos 33 minutos do primeiro tempo e teve um pênalti defendido por Victor, na etapa final. Fábio Santos empatou, mas desperdiçou um pênalti cobrado por Fred, ainda na primeira etapa.

 

Saiba como foi o jogo no Horto

 

O Atlético Mineiro no panorama do jogo melhor na primeira etapa e teve sua primeira chance no cruzamento de Alex Silva pela direita e a defesa do Palmeiras afastou o perigo. Em seguida, Fred passou de calcanhar para Fábio Santos e a zaga palmeirense conseguiu interceptar a jogada. Com 15 minutos, Cazares cobrou escanteio e Gabriel desviou de cabeça, para fora. Em seguida, Fábio Santos recebeu passe de Elias e cruzou para o corte do zagueiro Edu Dracena. Em novo ataque atleticano, aos 20 minutos, Valdívia recebeu a bola na entrada da área pela esquerda e chutou rasteiro, o goleiro Fernando Prass fez boa defesa e, no rebote, Fred finalizou por cima do gol. Alex Silva sofreu pênalti de Egídio aos 26 minutos, onde Fred bateu e a bola parou na defesa de Fernando Prass. Já com 33 minutos de partida, Deyverson fez 1 a 0 para o Palmeiras. O time mineiro jogando como mandante reagiu logo depois. Com 39 minutos, Leonardo Silva sofreu pênalti de Luan e o jogador palmeirense recebeu cartão vermelho. Fábio Santos cobrou e empatou em 1 x 1. Logo em seguida, Valdívia fez boa jogada e concluiu por cima do gol. Na parte final da etapa inicial aos 46, Victor fez boa defesa no arremate de Moisés e o primeiro tempo acabou com um gol para cada lado no estádio Independência.

 

OUÇA OS GOLS DE PALMEIRAS E ATLÉTICO/MG.

RÁDIO UNIVERSITÁRIA/ NARRAÇÃO EDSON DE SOUZA.

 

 

 

O técnico Rogério Micale manteve a equipe para a etapa final e o árbitro Leandro Pedro Vuaden marcou um toque de mão de Leonardo Silva na área. Deyverson cobrou o pênalti e Victor foi buscar no canto esquerdo salvando o Atlético de sofrer mais um gol, para o alívio dos torcedores. Com 12 minutos, Adilson foi substituído por Robinho, que quase conseguiu uma assistência para Fred em lance pela direita, mas a defesa palmeirense logo conseguiu interceptar o passe. Cazares foi substituído por Yago, aos 22 minutos. Mais um ataque por parte do Atlético, onde Elias arriscou de longe a bola saiu sobre o gol. No minuto seguinte, foi a vez de Luan deixar o campo para a entrada de Otero. A pressão alvinegra continuou e, após cruzamento de Robinho e desvio da zaga, Valdívia pegou o rebote e bateu de primeira para o gol, no lado direito de Fernando Prass. Willian foi expulso aos 32 minutos, após cometer falta dura em Valdívia. O próprio em uma jogada cruzou para Leonardo Silva desviar de cabeça e Gabriel concluiu para fora. O Atlético Mineiro pressionava na cobrança de escanteio, aos 39 minutos, Yago desviou de cabeça, para fora.

 

Já na parte final do jogo, aos 42, foi a vez de Leonardo Silva cabecear para fora, após cruzamento de Robinho. O time de Belo Horizonte ainda tentou no cabeceio de Valdívia, para fora, e na conclusão de Elias, defendida por Fernando Prass, mas a igualdade prevaleceu no fim do jogo. Logo depois, o árbitro Leandro Pedro Vuaden apitou o fim da partida com um ponto para cada lado na tabela de classificação. O Atlético Mineiro até o momento, antes do complemento da 23º rodada está em 10º lugar com 30 pontos, já o Palmeiras figura na quarta posição somando 37 pontos que serão disputados mais seis partidas nesse domingo e um jogo na segunda-feira entre Atlético-GO e Bahia no complemento de mais uma rodada do brasileiro.

Deixe uma resposta

Topo