CRUZEIRO VENCE O BAHIA NO MINEIRÃO E ESTÁ ENTRE OS PRIMEIROS DO BRASILEIRO

O Cruzeiro atuando diante de seus torcedores no estádio do Mineirão garantiu uma vitória simples sobre o Bahia e figura em sexto lugar no Campeonato Brasileiro ao final desta 24º rodada marcando 37 pontos. Já o Bahia corre o risco de aparecer na zona de rebaixamento ao complemento desta fase, já que Palmeiras e Coritiba ainda irão se enfrentar e caso O time paranaense vencer, coloca o Bahia na lista do Z-4.

 

SAIBA COMO FOI O JOGO

 

A partida começou com as primeiras grandes chances do Cruzeiro, em uma delas aos nove minutos. Robinho lançou para Henrique na área, e o capitão tocou de calcanhar e Thiago Neves chutar de primeira, para defesa do goleiro Jean. Na sequência do lance, Diogo Barbosa cruzou com perigo e a zaga afastou. Com 16 minutos de jogo, nova chance do time mineiro. Ezequiel cruzou, Thiago Neves desviou e Rafinha tentou o chute. Novamente, o goleiro Jean fez outra intervenção. O Bahia construiu boa jogada somente na parte final do primeiro tempo aos 43 minutos. Após uma cobrança de escanteio, o zagueiro Tiago desviou de cabeça e a bola passou com perigo, na direita do gol de Fábio. Nos acréscimos, mais uma chance do time de Salvador. Mendoza puxou um rápido contra-ataque, tocou para Vinícius que chutou colocado e Fábio atento fez uma excelente defesa e a etapa inicial acabou sem gol no estádio do Mineirão.

 

O segundo tempo assim que deu início com um pênalti a favor do Cruzeiro, aos cinco minutos, em cima de Raniel. Thiago Neves cobrou no canto esquerdo, mas o goleiro Jean garantiu uma defesa e a chance abrir o marcador foi desperdiçada. Depois de grande pressão, o Cruzeiro conseguiu abrir o placar aos 17 minutos. Thiago Neves bateu escanteio e Léo escorou de cabeça, na raça, sem chances para o goleiro adversário. Com 23 minutos, mais uma oportunidade estrelada. O uruguaio Arrascaeta fez grande jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Thiago Neves. O camisa 30 se esforçou para alcançar a bola na pequena área, mas não obteve sucesso. O Cruzeiro tentou mais uma vez aos 31 minutos. Em nova jogada de escanteio, Léo novamente desviou e por pouco Arrascaeta não conseguiu completar para as redes. O Bahia tentou surpreender aos 46 minutos visando o empate. Quando Edson aproveitou de cabeça uma cobrança de escanteio da esquerda, e a bola ganhou a linha de fundo. Foi o último lance de maior perigo no jogo, logo depois o árbitro Wagner Reway terminou o jogo confirmando a vitória magra do Cruzeiro por 1 a 0. Mas, o suficiente para conseguir somar mais três pontos e poder lutar por uma vaga na Libertadores da América via Campeonato Brasileiro.

 

Deixe uma resposta

Topo